Root https://www.ibge.gov.br/
Base https://www.ibge.gov.br/
Instance https://censo2022.ibge.gov.br/noticias-por-estado/33626-forca-total-daqui-pra-frente-diz-chefe-da-ue-pb-em-treinamento-do-cd-2022

‘Força total daqui pra frente’, diz chefe da UE/PB em treinamento do CD 2022

Editoria: Censo 2022 | Da Redação

04/05/2022 11h26 | Atualizado em 04/05/2022 11h26

“Força total daqui pra frente”. Foi com essas palavras que o chefe da Unidade Estadual do IBGE na Paraíba, Roberto Salgado Beato, agradeceu e motivou os servidores que participaram da etapa de abril da cadeia de treinamento da coleta e supervisão do Censo Demográfico 2022. O discurso aconteceu durante o encerramento da capacitação, que ocorreu no Centro de Treinamento Sesi Parque da Mata, situado no município de Rio Tinto.


Gestão da UE/PB parabenizou e agradeceu participantes durante o último dia do treinamento

Ao longo de intensos nove dias, os cerca de 20 treinandos receberam orientações sobre temas essenciais à operação censitária. Entre os diversos tópicos, foram abordadas questões relacionadas aos conceitos de base territorial e do questionário, à atuação junto a povos e comunidades tradicionais, à Pesquisa Urbanística do Entorno dos Domicíios e ao acompanhamento e à supervisão da coleta.

As aulas foram distribuídas entre quatro instrutores: Obede Veríssimo, coordenador de área de Pombal; Jorge Alves, coordenador de Divulgação; Fernando Lins, coordenador de Base Territorial; e Gilberto Cavalcante, coordenador técnico.

O chefe da UE ressaltou a necessidade de que realismo e otimismo andem de mãos dadas, especialmente neste período de preparação. “Nós é que vamos resolver os problemas que irão aparecer e, pelo que eu já conversei com muitas pessoas, esse treinamento está sendo um sucesso. Estamos começando com o pé direito. Somos nós que temos que fazer essa operação acontecer”, comentou.


Servidores de diferentes regiões do estado participaram do treinamento

Para o gerente de planejamento e gestão da unidade, Pierre George Sales, essa foi uma grande oportunidade de aprendizado. Ele chamou atenção para os momentos de troca de conhecimento, proporcionados pelo treinamento, entre aqueles que têm mais experiência em trabalhos do IBGE e os que irão participar de um Censo pela primeira vez.

Durante uma breve cerimônia, realizada na noite da quinta-feira (13) e seguida por um coquetel de encerramento, a coordenadora de treinamento da operação na Paraíba, Kátia Freitas, destacou o empenho dos treinandos e agradeceu a dedicação de cada um.

“Cada um tem seu estilo, seu jeito de ser e sua personalidade. Às vezes, há momentos de divergência de ideias, mas seguimos juntos construindo o IBGE na Paraíba. Eu sempre vi essa turma como um grupo em que os instrutores não estariam aqui apenas ensinando aos treinandos, mas também aprendendo com eles. Seria uma turma marcada por muito diálogo, muito debate, sempre no sentido de construir o conhecimento juntos”, salientou.


Noite de encerramento foi marcada por agradecimentos

O coordenador operacional do Censo Demográfico no estado, Francisco Eugênio do Nascimento, afirmou que a equipe não irá medir distâncias para auxiliar cada servidor em tudo que for preciso. Já o coordenador técnico, Gilberto Cavalcante, convidou todos a vestirem a camisa da operação.

Na Paraíba, dois observadores de fora da UE acompanharam o treinamento. Presente na cerimônia de encerramento, Marcos Martins, analista da Coordenação de Estruturas Territoriais e integrante do Grupo de Trabalho de Povos e Comunidades Tradicionais, parabenizou a turma ao comentar sobre a importância do trabalho em equipe. Maikon Roberth Novaes, da Diretoria de Geociências, assistiu parte da capacitação e contribuiu com avaliações para a equipe de instrutores, mas não pôde permanecer até o final, tendo em vista atividades que precisava realizar em outro estado.

“A Unidade Estadual da Paraíba carrega em suas costas o peso de cada cidadão brasileiro que reside no estado. O peso de uma unidade da federação não é algo banal, especialmente quando a gente considera a relevância que tem a Paraíba no contexto nacional e as dificuldades a serem enfrentadas no Censo Demográfico – que são muitas. Nesse sentido, parabenizo todos os treinandos e instrutores por chegarem nessa etapa, a despeito de quaisquer que tenham sido os desafios que vocês enfrentaram”, pontuou Marcos Martins.

Mais notícias deste Estado